Ir para o conteúdo principal

Representante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas para a República Centro-Africana e Chefe da MINUSCA reconhece militares portugueses

Numa carta de elogio dirigida aos militares da 6.ª Força Nacional Destacada na República Centro-Africana, reconheceu publicamente o contributo dos militares portugueses para a promoção da paz na República Centro-Africana.

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasRepresentante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas para a República Centro-Africana e Chefe da MINUSCA reconhece militares portugueses

05 de março de 2020 - Fonte: EMGFA

​Numa carta de elogio dirigida aos militares da 6. ª Força Nacional Destacada na República Centro-Africana, maioritariamente composta por paraquedistas, o Representante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas, Mankeur Ndiayeo, e chefe da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA), reconheceu publicamente o contributo dos militares portugueses para a promoção da paz na República Centro-Africana.

O Chefe da MINUSCA, destacou o “profissionalismo, eficácia e dignidade" da Força de Reação Rápida Portuguesa, no cumprimento da missão das Nações Unidas. O elevado desempenho dos militares portugueses ganhou ainda o reconhecimento dos grupos armados e da população da República Centro-Africana. 

Mankeur Ndiaye, evidenciou ainda a liderança, disciplina, espírito de sacrifício e dedicação dos militares da 6ª Força Nacional Destacada, cujas ações militares permitiram salvar muitas vidas e contribuir para a paz e a estabilidade da República Centro-Africana.

A 6.ª Força Nacional Destacada Conjunta na República Centro-Africana, com um efetivo de 180 militares, é maioritariamente composta por tropas especiais Paraquedistas, integrando igualmente militares de outras unidades do Exército e ainda três Controladores Aéreos Avançados da Força Aérea.

Partilhar
Conteúdo