Ir para o conteúdo principal

Ministro da Defesa Nacional elogia “reação extremamente rápida” da Força Aérea para acolher 171 migrantes na Ota

O Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea, na Ota, foi transformado em Centro de Acolhimento Covid-19 e acolhe 171 cidadãos estrangeiros, para cumprir quarentena.

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasMinistro da Defesa Nacional elogia “reação extremamente rápida” da Força Aérea para acolher 171 migrantes na Ota
22 de abril de 2020

​O Ministro João Gomes Cravinho, acompanhado pela Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, esteve no Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea, na Ota, transformado em Centro de Acolhimento Covid-19 e que acolheu 171 cidadãos estrangeiros, para cumprir quarentena.  

Em declarações aos jornalistas, o Ministro valorizou a «reação extremamente rápida por parte da Força Aérea que se disponibilizou para acolher estes migrantes», lembrando a decisão do executivo de tratar os “requerentes de asilo ou em situação irregular como qualquer cidadão português, durante este período da pandemia". 

“Nós quisemos assegurar que estas pessoas, que chegaram a Portugal, tinham todas as condições para serem tratadas do ponto de vista médico, para que possam recuperar plenamente", acrescentou. 

João Gomes Cravinho sublinhou também que esta operação, que teve resposta em poucas horas para a instalação de 171 pessoas na Ota, foi de “alguma complexidade, tendo em conta a grande diversidade de nacionalidades" e que resulta de “um trabalho de grande interação com as diferentes identidades envolvidas", designadamente, a Força Aérea, o Serviço Nacional de Saúde e a Proteção Civil. 

O Ministro agradeceu ainda ao presidente da Câmara Municipal de Alenquer, que esteve presente no Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea.


​Galeria de imagens

​Créditos: Força Aérea Portuguesa

​​

Partilhar
Conteúdo