Ir para o conteúdo principal

Ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros de Portugal e de Espanha em reunião inédita, em Lisboa


Portal da Defesa na InternetDefesa NacionalComunicaçãoNotíciasMinistros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros de Portugal e de Espanha em reunião inédita, em Lisboa
15 de setembro de 2022

​A Ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, e o Ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, participaram esta quarta-feira na primeira reunião ministerial entre Portugal e Espanha no formato 2+2, que se realizou no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa. 

Helena Carreiras e João Gomes Cravinho receberam os seus homólogos de Espanha, José Manuel Albares, Ministro dos Assuntos Exteriores, União Europeia e Cooperação, e Margarita Robles, Ministra da Defesa, para uma reunião destinada à reflexão de assuntos de interesse estratégico comum no contexto atual. 

Da agenda de trabalho constaram os impactos da guerra iniciada pela Rússia contra a Ucrânia, um tema que mereceu a reafirmação do apoio pelos dois países, nomeadamente nos planos político, militar, financeiro e humanitário. 

Em cima da mesa estiveram também os desafios de segurança na vizinhança Sul da Europa, a interligação entre o Conceito Estratégico da NATO aprovado na cimeira de Madrid e a Bússola Estratégica da UE, e ainda o Indo-Pacífico. 

Em conferência de imprensa conjunta, os ministros de Portugal e de Espanha destacaram com agrado a partilha de valores e objetivos comuns, afirmando ser o reflexo da extraordinária colaboração e coordenação existente entre os dois países. “A afinidade de pontos de vista potencia, além da relação bilateral, a capacidade de trabalho conjunto e de influência junto da União Europeia, da NATO e de um quadro internacional mais amplo", afirmou João Gomes Cravinho. 

Helena Carreiras complementou, referindo que a análise feita com a sua homologa permitirá aprofundar o discurso e potenciar ações conjuntas, nomeadamente para “reforçar e contribuir para iniciativas em curso, quer no âmbito da União Europeia, quer da NATO, relativamente ao apoio à Ucrânia". A Ministra da Defesa destacou ainda o diálogo sobre uma nova missão de assistência militar e a perspetiva de Espanha sobre o mecanismo de apoio à paz e a sua utilização, pontos igualmente reforçados por Margarita Robles, que garantiu que a ajuda “é não só para manter como para reforçar", principalmente no campo militar. 

A Ministra da Defesa Nacional acrescentou que os quatro ministros refletiram sobre importância de reforçar a colaboração na “resposta aos défices de investimento em defesa e a necessidade de colocar as bases tecnológicas e industriais de defesa dos dois países em maior comunicação". Avançou, ainda, que para aprofundar a colaboração já existente foi agendada uma reunião com vista a alinhar ações concretas no quadro europeu e no quadro da NATO.​​​​​​

​​

Partilhar
Conteúdo