Ir para o conteúdo principal

Dia da Defesa Nacional suspenso até setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde dia 9 de março, deverá ser retomado a partir do início de setembro, em função da evolução da situação epidemiológica da Covid-19 no país.

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasDia da Defesa Nacional suspenso até setembro
15 de maio de 2020

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde dia 9 de março, deverá ser retomado a partir do início de setembro, em função da evolução da situação epidemiológica da Covid-19 no país.

O dever de comparência ao Dia da Defesa Nacional (DDN), que abrange todos os cidadãos portugueses de 18 anos de idade, voltará a ser cumprido nos Centros de Divulgação de Defesa Nacional, sedeados em unidades militares dos três ramos das Forças Armadas. O carácter presencial do Dia da Defesa Nacional será retomado, sendo acauteladas medidas de proteção da saúde pública de acordo com a evolução da pandemia.

A retoma da iniciativa irá abranger todos os convocados a partir do dia de hoje e até ao final de 2020, num total de 55.973 jovens de 254 concelhos de Portugal Continental, nomeadamente dos distritos de Viana do Castelo, Beja, Évora, Setúbal, Lisboa, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Guarda, Vila Real, Bragança, Braga, Santarém, Faro, Leiria, Portalegre, Castelo Branco e da Região Autónoma dos Açores, nas ilhas de São Miguel, Santa Maria, Graciosa, São Jorge, Pico, Faial, Corvo, Flores e Terceira. 

O Dia de Defesa Nacional foi instituído em 2004 e visa sensibilizar para a temática da Defesa Nacional e divulgar o papel das Forças Armadas. Nos últimos 15 anos, mais de um milhão e duzentos mil jovens portugueses participaram no Dia da Defesa Nacional.

Pedidos de esclarecimento adicionais podem ser colocados através do endereço eletrónico ddn.covid19@defesa.pt ou através da linha de atendimento telefónico do Balcão Único da Defesa - (+351) 213 804 200.

Partilhar
Conteúdo