Polícia Marítima salva 43 migrantesna Grécia

12 de setembro de 2019 -

Fonte: AMN

Os elementos da Polícia Marítima, integrados na operação POSEIDON, salvaram 43 migrantes, na Grécia

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasPolícia Marítima salva 43 migrantesna Grécia

Os elementos da Polícia Marítima em missão na ilha de Lesbos, na Grécia, salvaram, na madrugada de 9 de setembro, 43 migrantes que navegavam durante a noite a sul de Molivos, a bordo de um bote.

Cerca das 04h30, a Polícia Marítima foi informada por um navio da Guarda-Costeira grega ao serviço da NATO, que se encontra em patrulha pela Agência FRONTEX, de que tinha sido detetado um contacto a sul de Molivos, fora da área de patrulha da Polícia Marítima.

A equipa da Polícia Marítima a bordo da embarcação "Tubarão" navegou para a posição, tendo intercetado o bote com 43 migrantes a bordo, dos quais 14 crianças, 13 mulheres (uma grávida) e 16 homens.

Os migrantes foram depois transferidos para a embarcação da Polícia Marítima e transportados para o porto de Skala Skamineas, onde desembarcaram em segurança e foram entregues às autoridade gregas.

Com este resgate, aumenta para 1103 o número de vidas salvas pela Polícia Marítima na Grécia só este ano. Desde 2014, quando iniciou a participação na missão POSEIDON, a Polícia Marítima já resgatou 5917 migrantes.

A Polícia Marítima encontra-se integrada na operação POSEIDON, sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à Guarda Costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia.

Veja o video do resgate aqui.

Partilhar

Conteúdo