Ir para o conteúdo principal

Portugal e Cabo Verde reforçam vontade de esforço coletivo na participação em missões de paz

​A Ministra da Defesa Nacional recebeu hoje a sua homóloga de Cabo Verde, Janine Lélis, para uma reunião Bilateral, que ocorreu no Forte de São Julião da Barra, em Oeiras.

Portal da Defesa na InternetDefesa NacionalComunicaçãoNotíciasPortugal e Cabo Verde reforçam vontade de esforço coletivo na participação em missões de paz
30 de setembro de 2022

​A Ministra da Defesa Nacional recebeu hoje a sua homóloga de Cabo Verde, Janine Lélis, para uma reunião Bilateral, que ocorreu no Forte de São Julião da Barra, em Oeiras.

Na agenda de trabalhos da reunião Bilateral ente Portugal e Cabo Verde, constaram o reforço da intenção de cooperação para a amplificação do trabalho conjunto entre os países, com o objetivo de fortalecer o diálogo Político estratégico; o desenvolvimento da aeronáutica militar e a lei de programação militar de Cabo Verde; a importância da segurança marítima e, ainda, a possibilidade de participação conjunta em missões de paz das Nações Unidas. “Em maio, em Cabo Verde, na reunião dos ministros da Defesa da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), decidimos ser importante consagrar essa célula, fazendo iniciativas de capacitação e formação para estarmos preparados para essa participação", afirmou Helena Carreiras.

A Ministra da Defesa, acrescentou ainda que “Portugal reafirmou a vontade de ter militares cabo-verdianos na missão da União Europeia em Moçambique", avançando que dois participantes de Cabo Verde integrarão em novembro o 1º estágio do ​Curso de Cooperação Civil-Militar (CIMIC), e que Portugal ministrará formação de Quadros e Capacitação para reforços das instituições, como é o caso do curso de capitães previsto para o próximo ano.

Janine Lélis, Ministra de Estado, da Defesa Nacional e Ministra da Coesão Territorial de Cabo Verde, que se encontra de visita a Portugal, afirmou estar satisfeita com o resultado da reunião, dizendo que este é um passo importante para o empoderamento da guarda costeira que servirá Cabo-Verde, a sub-região da África Ocidental e os parceiros (Europa e Estados Unidos da América).

Para a Ministra de Cabo Verde, a segurança Marítima é uma responsabilidade global e, como tal, todos têm um papel fundamental, e Cabo Verde assume-se como um ator relevante. “Estamos a assumir e vamos implementar a sede da zona G da arquitetura de segurança marítima para a Iuandé (Camarões) “afirmou, destacando a intenção de adesão ao Centro do Atlântico, devido à sua localização estratégica.

Janine Lélis destacou igualmente a colaboração de Portugal para a capacitação aeronáutica de Cabo Verde, referindo a sua importância no treino de pilotos e de técnicos de manutenção que possibilitarão a abertura de um centro de instrução para pilotos.

O encontro contemplou ainda uma reunião Trilateral, com a presença de François Bausch, Vice-Primeiro-Ministro, Ministro da Defesa e Ministro da Mobilidade e Obras Públicas do Luxemburgo, via VTC, no âmbito da Declaração Conjunta sobre a Cooperação Trilateral direcionada para a realização de Projetos na área da segurança marítima, assinada em agosto de 2018.

Da reunião Trilateral, as Ministras da Defesa destacaram a importância da participação do Luxemburgo, que à semelhança de Portugal, apoiará na capacitação de Cabo Verde para a área de Vigilância e Busca e Salvamento, reforçando assim a área costeira.

“É, portanto, o interesse global que temos em reforçar a segurança numa zona onde as ameaças e os riscos globais são crescentes". “Esta parceria foi muito produtiva e continuará a sê-lo, e hoje reforçámos essa intenção, todos apoiarão com os seus recursos e objetivos, que são complementares e que vão conduzir-nos ao sucesso da cooperação já estabelecida no passado", assegurou Helena Carreiras no final do encontro.


​Galeria de Imagens

​​​ 


Partilhar
Conteúdo