Ir para o conteúdo principal

MINUSMA: Militares da Força Aérea recebem bandeira nacional antes da partida para o Mali

O Ministro da Defesa Nacional presidiu esta sexta-feira à cerimónia de entrega da bandeira nacional à Força Nacional Destacada, constituída por 63 militares da Força Aérea e por uma aeronave de transporte C-295 que integrará a MINUSMA.

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasMINUSMA: Militares da Força Aérea recebem bandeira nacional antes da partida para o Mali
05 de junho de 2020

​O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, presidiu esta sexta-feira à cerimónia de entrega da bandeira nacional à Força Nacional Destacada, constituída por 63 militares da Força Aérea e por uma aeronave de transporte C-295 que integrará a Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização do Mali (MINUSMA).

A partir de 1 de julho e durante seis meses, 63 militares da Força Aérea Portuguesa serão responsáveis por missões vitais como operações de evacuação e emergência médicas, a inserção de forças de operações especiais e missões de recolha de informação e reconhecimento, tendo previsto realizar cerca de 100 horas de voo mensais.

“A participação do C-295 e desta Força é da maior relevância para a MINUSMA", sublinhou o Ministro sobre a presença da Força Aérea Portuguesa naquele cenário de operações, “essencial para o cumprimento dos frágeis acordos de paz que foram assinados, e para o reforço das capacidades do Estado Maliano", destacou João Gomes Cravinho.  Durante o discurso, o Ministro da Defesa relembrou ainda a importância da região para a segurança da Europa, em especial o flanco sul, numa “defesa avançada face ao terrorismo que não respeita fronteiras".

Na cerimónia repleta de simbolismo, na Base Aérea do Montijo (BA6), em que estiveram presentes o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Almirante Silva Ribeiro e o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Nunes Borrego, o Ministro Gomes Cravinho relembrou a confiança e o orgulho nacionais e destacou que “só aos militares mais competentes e treinados" se podem confiar este tipo de missões.

A Força portuguesa que levará a bandeira nacional e “honrará não só Portugal, como as Forças Armadas e todos os portugueses" é a segunda a pisar terreno no país.  Recorde-se que Portugal está presente na Missão de Treino da União Europeia (EUTM) no Mali, que envolve quase 800 elementos de 27 países e é comandada pelo General português João Boga Ribeiro​.

​​Galeria de imagens

​Créditos: Carlos Barbosa/ Força Aérea Portuguesa​


Partilhar
Conteúdo