Ir para o conteúdo principal

Forte de São Julião da Barra

Portal da Defesa na InternetInícioA Defesa e EuForte de São Julião da Barra
​​​​​​

​O Forte de São Julião da Barra é um monumento arquitetónico militar e património nacional de importância histórica, cuja construção teve início na segunda metade do século XVI, durante o reinado de D. João III, para reforço do sistema defensivo da Barra do Rio Tejo, tendo sido considerado o «Escudo do Reino».

Para além da missão militar de defesa, funcionou, a partir de 1802, como colégio de educação, destinado aos filhos dos militares do Regimento de Artilharia da Corte, ali instalado – a génese do Colégio Militar.

Prisão durante bastante tempo, foi o cárcere de muitos presos, destacando-se o nome do General Gomes Freire de Andrade.

No início do século XX ainda mantinha uma linha férrea que passava pela ponte sobre o fosso e que servia para o transporte das pesadas munições usadas nas então novas bocas-de-fogo de costa.

Desativado da sua função defensiva em 1947, passou a ser utilizado, a partir de 1951, para atos de representação dos organismos integrados na Defesa Nacional.

Em julho de 1957 foi classificado como Imóvel de Interesse Público, estando atualmente sob a tutela do Ministério da Defesa Nacional.

​Abertura ao Público

​​​​Procedimentos

​​A solicitação de visitas deverá ser requerida com um mínimo de quinze dias de antecedência.

O pedido deverá ser dirigido ao Secretário-Geral do Ministério da Defesa Nacional através do endereço eletrónico dscrp.fsjb@defesa.pt, contendo a seguinte informação:

  • Data pretendida
  • Hora de início da visita
  • Indicação do número de pessoas
  • Descrição do grupo de visitantes
  • Identificação do requerente
  • Contactos do requerente (telefone e morada)

Informações:

  • As visitas são gratuitas e efetuadas de segunda-feira a sexta-feira. Pode ser agendada uma visita de manhã, com início entre as 09h00 e as 10h00 e/ou uma visita à tarde, com início entre as 13h00 e as 14h00.
  • A visita demora cerca de uma hora e trinta minutos.
  • É recomendada a utilização de calçado confortável.
  • Estacionamento gratuito.
  • Grupos de crianças e jovens deverão ser acompanhados pelo número de educadores/professores estabelecido pelo Ministério da Educação.

Para a preparação da visita recomenda-se a consulta do roteiro informativo do Forte de São Julião da Barra​.

​Procedimentos

Os pedidos de cedência de espaços do Forte de São Julião da Barra deverão ser requeridos com uma antecedência mínima de um mês relativamente à data da realização do evento.

A solicitação deverá ser dirigida ao Secretário-Geral do Ministério da Defesa Nacional através do endereço eletrónico dscrp.fsjb@defesa.pt, contendo a seguinte informação:

  • Identificação completa do requerente
  • Título do evento
  • Data e hora do início
  • Duração do evento
  • Descrição detalhada do evento a realizar, incluindo o tipo de disposição pretendido
  • Identificação dos espaços a ceder e dos materiais a empregar
  • Instalações e equipamentos de cozinha a utilizar
  • Indicação do número de pessoas presentes no evento
  • Identificação e caraterização de todas as entidades envolvidas (hotelaria, restauração, etc.)
  • Plano de organização (catering, montagem e desmontagem de estruturas, entre outras)​

A informação detalhada sobre os espaços disponíveis poderá ser consultada no folheto informativo​.​

Secretaria-Geral do Ministério da Defesa Nacional

Direção de Serviços de Comunicação e Relações Públicas

​Telefone: +351 213 038 520
Email: dscrp.fsjb@defesa.pt


​Forte de São Julião da Barra

​Estrada Marginal
2780-267 Oeiras
Direções​


​​​

Partilhar
Conteúdo