Ir para o conteúdo principal

Centro do Atlântico: Ministro reafirma compromisso com a segurança do Atlântico

A Base das Lajes foi palco da cerimónia de lançamento oficial do Centro do Atlântico, onde foi apresentada a declaração política conjunta assinada pelos primeiros 16 países aderentes

Portal da Defesa na InternetDefesa NacionalComunicaçãoNotíciasCentro do Atlântico: Ministro reafirma compromisso com a segurança do Atlântico

14 de maio de 2021 - Fonte: Atlantic Centre

Decorreu esta tarde, na Base Aérea n.º 4, nas Lajes, a cerimónia de lançamento oficial do Centro do Atlântico​, onde foi apresentada a declaração política conjunta assinada pelos primeiros 16 países aderentes.

Numa cerimónia presidida pelo Representante da República nos Açores e que contou com as presenças do Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, dos chefes militares e de convidados nacionais e internacionais, o Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, assinalou o evento como um momento importante para a afirmação de Portugal como “país gerador de segurança internacional".

O Ministro da Defesa realçou a importância do centro como “instituição pioneira" no diálogo político para as matérias do Atlântico, até agora inexistente.  “Pela primeira vez na história [uma organização] reúne os países atlânticos em torno daquilo que os une, que é o Oceano Atlântico", disse.

João Gomes Cravinho acrescentou ainda que o compromisso desta organização, que se centra na criação de uma “nova perspetiva de apoio à paz e à estabilidade no Oceano Atlântico", passa ainda pela produção de conhecimento partilhado entre países e organizações e pela capacitação e formação.

O Centro do Atlântico, sedeado na ilha Terceira pela sua localização estratégica, é uma iniciativa proposta por Portugal e que, a partir de hoje, ganha forma com a adesão de 16 países dos quatro quadrantes do Atlântico - Alemanha, Angola, Brasil, Cabo Verde, Espanha, Estados Unidos da América, França, Gâmbia, Guiné-Equatorial, Guiné-Bissau, Marrocos, Portugal, Reino Unido, Senegal, São Tomé e Príncipe e Uruguai.


O evento foi ainda assinalado pelo Embaixador Fabio Mendes Marzano, Secretário de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, que, não podendo estar presente na cerimónia, deixou uma mensagem ao Ministro da Defesa Nacional.  Assista aqui.​


Partilhar
Conteúdo