Ir para o conteúdo principal

Portal da Defesa na Internet
Ministro da Defesa Nacional destaca “dedicação” da Escola Naval

Na Sessão Solene de Abertura do Ano Letivo na Escola Naval, no Alfeite, os cadetes e novos oficiais foram felicitados pelo seu empenho, dedicação e sentido de ética e o dever de bem servir

Portal da Defesa na InternetInícioComunicaçãoNotíciasMinistro da Defesa Nacional destaca “dedicação” da Escola Naval
08 de novembro de 2019

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, presidiu no dia 8 de novembro à Sessão Solene de Abertura do Ano Letivo na Escola Naval, no Alfeite, acompanhado pelo Secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, e pela Secretária de Estado dos Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro.

Perante os 41 novos Aspirantes do curso Jorge Álvares, João Gomes Cravinho, salientou “o empenho do Governo para a promoção de um Ensino Superior Militar de excelência” em que “a formação de quadros altamente qualificados” é da “plena responsabilidade de todos”.

O Ministro da Defesa Nacional felicitou os cadetes e novos oficiais da Marinha “pela escolha que fizeram, servir Portugal nas fileiras da Marinha” que dá continuidade a “uma ilustre tradição” onde demonstraram “empenho, dedicação e sentido de ética e o dever de bem servir”.

João Gomes Cravinho sublinhou que “as Forças Armadas fazem parte do imaginário e da identidade de Portugal” e devem, por isso, ter “um comportamento moral e ético irrepreensível na gestão dos recursos públicos”, destacando a importância de “respostas mais eficientes para garantir a sustentabilidade dos seus serviços”.

João Gomes Cravinho lembra também que está em curso “o maior investimento nas nossas Forças Armadas desde que vivemos em democracia”. 

O Ministro da Defesa Nacional enalteceu o trabalho que a Marinha desenvolve “longe do olhar dos portugueses” no apoio aos países amigos africanos e aliados como na Lituânia e “na resposta às calamidades naturais, em território nacional, como aconteceu recentemente nos Açores, ou em Moçambique”.

Falou também “na integração de forças navais da NATO ou da União Europeia, na salvaguarda da vida humana no mar, no apoio à Autoridade Marítima” como exemplos de dedicação constante e plena, das nossas mulheres e homens militares, que reforça o prestígio do nosso país”.

O Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante Mendes Calado, o Presidente da Comissão Parlamentar de Defesa, Marcos Perestrello também estiveram presentes na cerimónia que contou com autoridades militares, civis, religiosas e académicas.

O evento incluiu ainda uma mensagem do Comandante da Escola Naval, o Contra-Almirante Simões Marques, uma lição inaugural do professor Bruno Damas e a entrega de diplomas de mestrado, bem como prémios escolares aos alunos que mais se distinguiram.

Um dos pontos altos da cerimónia no Alfeite foi a entrega do “Prémio Ministro da Defesa Nacional”, galardão atribuído ao aluno finalista, proveniente dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), com a quota de mérito mais elevada. Desta vez, foi distinguido o aspirante moçambicano Nelson Ramujane

A Escola Naval é um Estabelecimento de Ensino Superior Público Universitário Militar, que tem por missão a formação dos oficiais da Marinha, mediante a realização de cursos e outras atividades complementares de ensino. A instituição tem como lema “T alant de bien faire” (desejo ou vontade de bem fazer), reproduzindo o pensamento do Infante D. Henrique, patrono da Escola Naval.

Partilhar

Conteúdo